TAG Importado x Nacional: BB Cream, da Maybelline

assinatura_thais

bb-cream-maybelline-brasil01Minha paixão pelo BB Cream da Mayeblline eu já declarei pra vocês há um bom tempo atrás. Então a notícia de que a Maybelline iria lançar a versão brasileira fez a minha alegria. A novidade veio rápido pras prateleiras e, como o BB Cream que eu tinha trazido dos Estados Unidos estava acabando (uso tooooodos os dias), não demorei para comprar o BB Cream brasileiro. Passada a fase de teste, vim contar para vocês o que achei. Vamos comparar as duas versões?

A diferença começa pela embalagem. Apesar das cores serem as mesmas e a descrição ser bem parecida, a versão brasileira tem um formato mais arredondado na tampa e traz bem menos informações na frente do produto. A quantidade do produto (30ml) é a mesma nos dois.

bb-cream-maybelline-brasil02

O BB Cream brasileiro afirma ter os mesmos 8 benefícios da versão importada, mas, na embalagem do  importado, a presença de Dióxido de Titânio é expressa já na frente. Na versão brasileira, não traz nenhuma referência nas informações do tubo, destacando, na embalagem de papel, a informação de uma possível presença do composto. Ele é pigmento branco, bastante comum em bloqueadores solares, em virtude de sua propriedade física de barrar a radiação da luz solar. Apesar disso, o BB Cream brasileiro afirma ter FPS 30.

Fiz uma rápida pesquisa no Google sobre o dióxido de titânio e encontrei algumas propostas de barrar o uso do pigmento em produtos no Brasil, porque, “com a contaminação de mananciais de água por esse composto por meio do descarte pelo esgoto doméstico, a penetração da luz solar fica impedida, podendo haver alterações no ambiente aquático”. Pelo que percebi, existe projeto de lei querendo proibir o uso em territórios brasileiros e, talvez por isso, a versão nacional não traga expressa que contém o composto. Lembrando, o dióxido de titânio não faz mal à nossa saúde, mas sim ao meio ambiente quando é descartado.

bb-cream-maybelline-brasil

Em termos de textura, não senti grandes diferenças nas duas versões. A nacional é um pouco mais clara do que a versão americana que eu tenho. Um ponto negativo que achei é que o BB Cream brasileiro só disponibiliza 3 cores: claro, médio e escuro. A versão americana oferece 5, dando mais possibilidade de você chegar mais perto da cor da sua pele, mas percebi que o nacional se adequa bem à cor da minha pele, então OK. Na americana, minha cor é Light/Medium Sheer Tint, na brasileira, a minha cor é Claro.

Achei o cheiro da versão nacional um pouco mais forte, mas nada que chegue a incomodar. A marca diz que a composição é exatamente a mesma, e achei bem igual mesmo. Senti só que o BB Cream brasileiro é um pouco mais leve, menos oleoso, mais adequado para o nosso clima quente.

Gostei da experiência e fiquei feliz em ver o Brasil recebendo esses produtos que fazem tanto sucesso lá fora. O preço sugerido para a versão brasileira é R$ 29,90. Comprei o meu nas Lojas Americanas, de João Pessoa (PB).

E vocês, meninas, já experimentaram? O que acharam? Compartilhem conosco.

Beijos!

Se você gostou do post, compartilhe em suas redes sociais:

7 Comments on TAG Importado x Nacional: BB Cream, da Maybelline

    • Acho que ele foi pensado para o clima quente do Brasil mesmo, por isso é menos oleoso. Super recomendo 😉
      Beijos

  1. Simplesmente adorei! Estou procurando um bb cream, mas não sei em qual decidir, o da Maybeline ou o da Loreal…
    Bjinhos

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Review do BB Cream da L'oreal | We Love Make

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


UA-36669984-1