Como planejar uma viagem pela Europa

assinatura_thais

Se você está sonhando em conhecer o continente europeu, esse post é pra você. Quando eu estava planejando minha viagem pela Europa (viajei em novembro/2014 pra França, Itália e Alemanha), pesquisei bastante e muitas das minhas dúvidas não encontrei em nenhum site. Por isso, esse é um post com dicas gerais e coisas que ninguém fala, mas que você quer saber antes de viajar.

Claro que tudo que tem aqui é da minha experiência, mas espero que seja útil para alguém 😉 O post está longo mas garanto que vale a pena ler até o final 😀 Vamos lá?

FAÇA UM ROTEIRO

paris_franca_planejar_viagem01

Comece pelo básico. Escolha os lugares que você quer visitar e planeje quantos dias você quer ficar em cada um. Vai dar trabalho e você vai passar a maior parte do tempo planejando isso, mas garanto a vocês, vale o esforço. Com o roteiro em mãos, fica bem mais fácil planejar o restante da viagem, economizando tempo e dinheiro.

Claro que o roteiro pode mudar ao longo do planejamento, mas é o primeiro passo para você saber o que vai precisar: onde se hospedar, qual o melhor transporte usar, ingressos e onde comer. Nele vai incluir dias em cada cidade/país, lugares que você quer visitar e atividades que deseja fazer (como compras hahaha). Sou super detalhista e incluo até o horário que vou fazer cada coisa.

No meu planejamento, coloquei uma semana pra cada país. Deu pra conhecer bastante coisa, inclusive mais de uma cidade por país 😉

COMPRANDO AS PASSAGENS

Essa é a etapa por onde costumo começar o planejamento de uma viagem. Com as passagens compradas é que vou planejar os demais itens. Costumo pesquisar preços em sites como Melhores Destinos ou em sites como Decolar ou Submarino Viagens. Se quero viajar pra algum lugar, olho diariamente esses sites. Sempre rola uma promoção relâmpago. Foi assim que comprei minha passagem pra Europa. Pesquisei bastante e achei um preço muito bom fazendo João Pessoa /Paris – Frankfurt/João Pessoa.

Sim, chegando num país e voltando por outro saiu o mesmo preço que chegando e saindo pela França. Então escolhemos voltar pela Alemanha porque ficaria mais fácil de conhecer por lá também e não precisaríamos voltar pra França depois pra pegar um avião pro Brasil.

Fomos de avião também da França pra Itália, e da Itália pra Alemanha. Nas minhas pesquisas, percebi que viajar de avião entre os países sairia mais barato e economizaríamos tempo durante a viagem, já que tínhamos 3 semanas pra conhecer 3 países. Comprei essas passagens no site da Ibéria e no site da Air Berlim. Deu tudo certo! Mas é bom lembrar que nesse caso, foi uma compra internacional, então tem o IOF do cartão.

ESCOLHENDO O HOTEL

novotel_franca

Fiz a reserva de todos os hotéis com a Larissa Goés. Pra mim, saiu mais em conta e ela ainda dividiu em várias parcelas no cartão de crédito. Mas você pode pesquisar preços em sites com o Decolar ou no site do próprio hotel. Já fiz reservas dessa forma e nunca tive problemas.

Na hora de escolher o hotel, tenho duas dicas importantes: verifique a opinião de outras pessoas sobre o hotel escolhido no Tripadvisor e veja no Google Maps a localização do hotel, para ver se fica perto das atrações que você quer ir ou a melhor forma de chegar até elas. O Maps mostra meios de transporte disponíveis e o tempo pra chegar em cada lugar desejado. Uma mão na roda na hora de planejar uma viagem 😉

MEIOS DE TRANSPORTE

trem_italia

Para viajar entre os países (França, Itália e Alemanha), escolhi ir de avião pra cada país, mas não comprei todas as passagens de uma vez pela Tam. Como falei acima, os voos entre França-Itália e Itália-Alemanha escolhi comprar depois, diretamente no site das companhias que fazem essa rota. Voo entre países da Europa costuma ser bem em conta, comparando com os preços no Brasil.

Na Itália, para o percurso entre Roma, Veneza e Milão, optamos viajar de trem. O preço foi razoável e a viagem foi confortável. Já entre as cidades franceses e também na Alemanha, optamos viajar com um carro alugado. As estradas são boas e tínhamos liberdade para fazer nosso horário.

VISTOS E VACINAS

Não precisei de nenhum visto para entrar na França, Itália ou Alemanha. Mas passamos pela imigração quando chegamos em cada aeroporto. Também não nos foi cobrado nenhum tipo de vacina, mas é sempre bom olhar no site do governo ou procurar em outros sites se o país que você vai exige algum tipo de vacina.

CLIMA, TEMPERATURA E ROUPAS CERTAS

frio_alemanha_novembro_roupa
Eu e meu marido passando frio em Berlim

Viajamos em novembro, quando já começa o frio na Europa. Na primeira semana na França, pegamos uma média de 12ºC a 15ºC e um pouco de chuva. Andávamos de bota (por causa da chuva) e com casacos. Já na segunda semana, na Itália, o clima estava mais ameno. Não pegamos chuva, o frio estava em torno de 18ºC e saímos muitas vezes só com uma blusa de manga. Mas à noite esfriava mais, então sempre é bom carregar um casaco. Já na última semana da viagem, na Alemanha, passamos muito frio. As temperaturas ficaram entre 2ºC e 6ºC. Pegamos pouca chuva, quase nenhuma, mas o frio foi bem forte, com bastante vento. Não tinha como sair na rua sem um casaco bem grosso.

COMO FOI O VOO

Viajei pela Tam e tive uma das melhores experiências internacionais em um voo. Antes de viajar, pesquisei muito, mas ninguém falava como era viajar pela Tam para a Europa. Vi pouquíssimos relatos e ninguém falava o que realmente eu queria saber. Então, depois da experiência, vim aqui contar o que achei. A aeronave era boa, o espaço entre as cadeiras era confortável, tinha itens de higiene pra cada passageiro, a comida servida era muito boa (tinha até sobremesa) e o atendimento foi muito bom. Aeromoças falando em português e todos muito receptivos. Tinha até vinho sendo servido na classe econômica. Em cada cadeira tinha uma televisão individual com filmes, séries, programas e até vídeos do Youtube. Tudo bem recente. Eles também entregam lençol e um fone de ouvido.

DUTY FREE + COMPRAS

duty_free_berlim_alemanha

Vou falar detalhadamente em um vídeo minha opinião sobre fazer compras na Europa, mas resolvi adiantar esse tópico aqui para esse post ficar completo. Pra mim muita coisa valeu a pena comprar sim. Como o euro é bem valorizado, vale fazer sempre a conversão pra saber se o que você está comprando é realmente um bom negócio. Mas tudo o que comprei (roupas, maquiagem, produtos de beleza, eletrônico, bijouterias, entre outros) valeu a pena pra mim. Muitas lojas praticam um preço similar ao dos Estados Unidos. A diferença é que o euro é mais caro que o dólar, mas ainda vale a pena!

Espero que esse post te ajude. Se você ainda tem alguma dúvida, é só deixar nos comentários que respondo 😉

Beijos!

Se você gostou do post, compartilhe em suas redes sociais:

4 Comments on Como planejar uma viagem pela Europa

  1. Olá Thais!
    Sou de João Pessoa também e acabei de conhecer seu blog, pois estava a procura de um vídeo que desse dicas realmente importantes sobre compras na UE.
    O seu vídeo foi muito esclarecedor sobre as compras e agora esse post complementou muitas coisas que desejo saber.
    Faço uma Eurotrip com mais 1 amiga e 1 amigo durante o mês de jul/15, o roteiro já esta pronto, as hospedagens e passagens internas OK, mas a questão da média de gastos lá ainda esta me perturbando.
    É minha primeira viagem internacional. Vamos fazer uma viagem estilo mochilão, embora com mala de rodinhas kkk, ficaremos em Hostels bem conceituados pelo TripAdvisor, e viajaremos entre países de avião e trechos internos trens. Se puder gostaria que respondesse a duas questões:
    1 – Quanto vocês gastarão em média por dia na França e na Itália com deslocamentos, alimentação e passeios nas cidades?
    2 – Todos aqueles produtos maravilhosos que você comprou ficou dentro dos $500 que você poderia trazer? Tenho a impressão de ser tão pouco, mas você trouxe algumas coisas que quero.
    3 – Quais são os produtos que na sua opinião, não posso deixar de comprar lá no quesito makes?

    Desculpa a enxurrada desse comentário, mas você me pareceu um oásis no deserto de informações sobre essas coisas.
    Gratidão!

    • Oi Aranita, fico feliz que o post tenha te ajudado em algo 🙂

      Olha só, a maior parte dos passeios eu já havia deixado pago aqui do Brasil mesmo. Mas em relação a alimentação e deslocamento, na França devemos ter gasto em torno de 100 a 120 euros por dia pra duas pessoas. Essa questão de valores é bem complicado porque cada pessoa tem um estilo de viagem, gosta de ir em lugares diferentes, mas posso dizer que comemos bem todos os dias, em lugares legais. Na Itália é um pouco mais barato, gastamos menos do que isso por dia.
      Sobre as comprinhas, tudo ficou dentro dos $500 sim, e eu não estava sozinha, estava com mais 3 pessoas, então ao total tínhamos $2000 que poderíamos trazer, então foi bem trânquilo.
      Sobre o que você não pode deixar de trazer, eu acho que você precisa testar os produtos da Kiko. São maravilhosos! Também vale a visita à famosa Citypharma. Espero ter ajudado nas suas dúvidas e qualquer coisa é só deixar por aqui que te respondo. Boa viagem! Beijos

  2. Ah Thaís que show vc é!!!
    Gratidão pela rapidez e orientações!!
    Ajudou muito, e estou fazendo essa estimativa de gastos mesmo, fico mais tranquila, sou do tipo que sobrevivo com o mínimo!!
    Sobre os ingressos pra Torre Eiffel e pro Louvre como você fez??? Não consigo comprar no site da torre e não se sei confio em sites que vendem eles em pacote?
    Desculpa se tiver abusando da boa vontade kkkkkk

    • Oi Aranita,

      Olha só, o ingresso pra o Louvre eu comprei num pacote de turismo ainda aqui no Brasil, mas tanto pra Torre Eiffel quanto pro Louvre vende na hora. Vi pessoas comprando lá. Acredito que você não vá ter problemas com isso. Agora a fila na Torre Eiffel costuma ser grande, então tenta chegar cedo pra não perder muito tempo na fila 🙂
      Espero ter ajudado e qualquer coisa mais pode perguntar, tá?
      Beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


UA-36669984-1