Drenagem linfática manual dói?

assinatura_thais

Essa é uma dúvida que eu mesma tinha antes de conhecer a Marcela Mendonça (da Modellati, já falei dela aqui e aqui). Tinha vontade de experimentar a drenagem linfática manual, mas me faltava coragem, achando que iria doer. Tanto que não marquei de cara uma sessão de drenagem com ela, marquei primeiro uma avaliação (que ela mesma pede antes de qualquer procedimento que realiza), e uma das primeiras perguntas que fiz durante a avaliação foi: a drenagem vai doer?. hahahaha

drenagem_linfatica_manual_doi_01

Ela achou engraçada a minha pergunta e explicou que a drenagem linfática manual, feita de forma correta, não é para doer. Segundo ela, a técnica consiste em manobras suaves, lentas, rítmicas e relaxantes, levando tudo que é produzido pelo organismo, como as toxinas gerada pelo organismo, o excesso de líquido (edema), proteínas e restos celulares. Funciona como uma “lixeira”.

“Este sistema de vasos ou canais é distribuído por quase todos os órgãos e sistemas. A drenagem linfática deve ser com leve pressão, por volta de 30 a 40mmHg, o suficiente para mobilizar a linfa sem colabar os vasos. Quando se realiza a drenagem linfática com pressões exageradas, pode lesar os capilares, causando hematomas (manchas roxas)! Isso não pode ocorrer em hipótese alguma!”, alerta. 

drenagem_linfatica_manual_doi_02

Traduzindo essa intensidade que ela fala, eu diria que a drenagem é como uma massagem relaxante, o movimento é tão suave  que acho que se eu não fosse tão falante (sim, consigo falar pelos cotovelos quando me dou bem com a pessoa), eu dormiria muito durante a drenagem. Além de me sentir bem menos inchada quando termina a sessão, saio de lá me sentindo super descansada, é ótimo!

Depois que me aprofundei no assunto, percebi a importância de fazermos esse tipo de procedimento com alguém realmente capacitado, não com quem se diz especialista mas nos deixa com manchas roxas (pra mim isso é espancamento, sério! Não estou pagando ninguém pra me bater não!). Então fica aqui o alerta, procure um profissional capacitado, pegue referências, conheça a técnica que você deseja fazer uso e principalmente, exija uma avaliação prévia para verificar se você está realmente apta a realizar o procedimento. Dicas como essas são fundamentais. Vamos cuidar da saúde mas com responsabilidade, hein? 😉

E vocês? Também tinham esse medo? Já experimentaram? Gostaram? Me conte nos comentários que vou adorar saber. 🙂

Ah, e se você quiser saber como foi a minha experiência com a drenagem linfática, clica aqui.

Beijos!

Se você gostou do post, compartilhe em suas redes sociais:

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


UA-36669984-1